Workshop Constelações Familiares

 
 
 
 
 
 
Trabalhar certas questões da vida pessoal, através de uma constelação familiar, é uma oportunidade de olharmos para nós mesmos e para a dinâmica do nosso sistema familiar, permitindo-nos identificar de forma consciente, o que nos está a acontecer e assim, ajudar a resolver os conflitos a partir da escolha interna de cada um. 

Quando as dinâmicas apontam para um bloqueio no fluxo do Amor, o facilitador pede aos representantes para dizerem algumas frases ou então, para se movimentarem para determinada direcção para restabelecer a harmonia e criar um movimento de cura trazendo/desbloqueando e reconectando o fluxo do Amor que fora interrompido.


Alguns exemplos de temas que podem ser abordados numa constelação familiar são:
- Conflitos familiares (pais, filhos, irmãos, tios avôs,...)
- Conflitos entre casais
- Dificuldade em lidar com perdas de familiares, pessoas queridas ou parceiros
- Dificuldade em relacionar-se de uma forma geral
- Dificuldade em comunicar
- Problemas de saúde
 
Mas o que quer dizer "Constelar um Tema?"
É uma das formas de se participar num Workshop com um grupo de pessoas ou, em alternativa, no atendimento individual com figuras. Cliente é a pessoa que enunciará o tema pessoal que o incomoda ao facilitador da constelação. O constelador, aborda o tema fazendo algumas perguntas e pede para o cliente escolher as pessoas que irão representar determinados papeis. O cliente coloca os representantes e o constelador acompanha a dinâmica que surgir. Através da observação dos olhares dos representantes, das posturas do corpo e das direcções para onde estão virados, as dinâmicas ocultas começam lentamente a vir à superfície. A duração de uma constelação familiar é imprevisível, pois depende do sistema dinâmico que surja. Pode durar de 5 minutos a uma ou mais horas. O tempo de duração de umaconstelação também não possui nenhuma relação com o efeito que ela irá terá no cliente e nos representantes. Participa na contelação, não só quem coloca o tema, como também quem é escolhido para representar papeis no sistema e também quem apenas está a assistir.
 
 
Facilitado por: Nídia Ramos